Imagem para capa

Contribuições do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais e Conservação na geração de conhecimento científico promotor do desenvolvimento regional e conservação dos ecossistemas costeiros do norte do estado do Rio de Janeiro

Fabio Di Dario, Daniel dos Santos Almada, Monica Pacheco de Araújo, Alexandre de Azevedo, Marcos Paulo Figueiredo de Barros, Cintia Monteiro de Barros, Arthur de Barros Bauer, Nathalia Goulart Beraldini, Reinaldo Luiz Bozelli, Paula Araújo Catelani, Gustavo Arantes Camargo, Nathalia Peixoto Nocchi, Heitor Monteiro Duarte, Roberto Nascimento de Farias, Natalia Martins Feitosa, Luciano Gomes Fischer, Rodrigo Nunes da Fonseca, Lísia Mônica de Sousa Gestinari, Pablo Rodrigues Gonçalves, Tatiana Ungaretti Paleo Konno, Giuliana Franco Leal, Hudson de Macedo Lemos, Rodrigo Lemes Martins, Michael Maia Mincarone, Laissa Gomes de Miranda, José Luciano Nepomuceno-Silva, Bruna Pagliani, Ana Cristina Petry, Christine Ruta, Vagner Leonardo Macedo dos Santos, Evelyn Raposo da Silva, Rhennã Nascimento da Silva, Angélica Ribeiro Soares, Rafael Arêas Vargas, Thiago Wentzel de Melo Vieira, Mariana Sampaio Xavier, Laura Isabel Weber, Francisco de Assis Esteves

Resumo


O Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais e Conservação (PPG-CiAC), criado em 2011, é o primeiro PPG da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) fora da capital do estado. Ao longo dos últimos cinco anos, mais de 50 dissertações de mestrado foram defendidas no programa, geralmente tendo como objeto de estudo os ecossistemas e a sociedade do norte do estado do Rio de Janeiro, região que tem passado por grandes mudanças socioeconômicas nas últimas décadas. Em conjunto, a produção do PPG-CiAC contribui para o aumento do conhecimento científico multi e interdisciplinar regional, pautado na integração entre ciências naturais e sociais. Neste artigo apresenta-se síntese das principais contribuições do PPG-CiAC, focando na promoção do desenvolvimento sustentável da região.


Palavras-chave


Desenvolvimento Sustentável. Interiorização. Expansão do Ensino. Estudos Multidisciplinares. Manejo. Restinga.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21713/2358-2332.2016.v13.1012