Ensino em mestrado profissional de Ciências Exatas: concepções e saberes de professores em formação

Rogério José Schuck, Silvana Neumann Martins, Miriam Inês Marchi, Marlise Heemann Grassi

Resumo


A pesquisa investiga concepções, culturas, epistemologias, práticas e saberes pessoais e profissionais que favorecem as aprendizagens de professores em formação ou constituem obstáculos a essas aprendizagens. Oito alunos egressos de mestrado em Ensino de Ciências Exatas participaram da pesquisa. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas semiestruturadas, que foram gravadas, transcritas, revisadas e corroboradas pelos entrevistados. A investigação se caracterizou como estudo de caso, com abordagem qualitativa, e o tratamento das informações seguiu as orientações da análise textual discursiva. Constatou-se a relevância do ambiente participativo e positivo vivenciado pelos alunos em seu processo de aprendizagem no mestrado, o qual favoreceu a melhora significativa da prática docente. Há destaque especial à importância dada ao grupo, à troca de experiências, ao relacionamento aluno-aluno, aluno-professor ou vice-versa, e ao trabalho interdisciplinar.


Palavras-chave


Mestrado Profissional. Formação Docente. Aprendizagem.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21713/2358-2332.2016.v13.1245