Formação do orientador de pesquisas acadêmicas: um estudo bibliográfico nacional e internacional

Luciana Massi, Marcelo Giordan

Resumo


Este trabalho teve como objetivo mapear quantitativamente e identificar temáticas associadas a formação do orientador através de um amplo levantamento bibliográfico nacional e internacional. Apesar da centralidade do orientador para o desenvolvimento de pesquisas, sua formação é vista como espontânea e individual, permanecendo à margem de ações e investigações na universidade. Identificamos 237 pesquisas nacionais e internacionais sobre o tema que nos permitiram construir 10 categorias temáticas. Os resultados apontam para uma grande disparidade quantitativa e temática entre esses contextos, indicando a urgência de discussões nacionais sobre ética, produtividade, inserção profissional de pós-graduandos, pedagogia da orientação e adoção de modelos alternativos de orientação

Palavras-chave


formação do orientador, levantamento bibliográfico, pesquisas acadêmicas

Texto completo:

PDF Apêndices 1 e 2

Referências


ALVES, V. M.; ESPINDOLA, I., C. P.; BIANCHETTI, L. A relação orientador-orientando na pós-graduação strictu sensu no Brasil: a autonomia dos discentes em discussão. Revista Educação em Questão, v. 43, n. 29, p. 135-156, 2012.

ARAÚJO, E.; OLIVEIRA, A. Contornos da escrita/pesquisa/autoria e da orientação de mestrandos e doutorandos no contexto académico atual. In: OLIVEIRA, A.; ARAÚJO,E.; BIANCHETTI, L. Formação do investigador: reflexões em torno da escrita/pesquisa/autoria. UFSC, 2014.

AVERSA, L. BIANCHETTI, L. Transformações no doutorado e implicações no processo de orientação: uma questão supranacional. Revista Pedagógica, Chapecó, v.16, n.33, p. 325-333 jul./dez. 2014.

BIANCHETTI, L. Formação de docentes e pós-graduação: Docente ou pesquisador? Há futuro para esse ofício? Educação Unisinos, v. 16, p. 272-279, 2012.

BIANCHETTI, L.; QUARTIERO, E. M. Researchers under pressure: a comparative study of the new forms of producing, advising and transmiting knowledge in Brazil and the European Union. European Educational Resarch Journal, v. 9, n. 4, p. 498-509, 2010.

BUTTERY, E. A.; RICHTER, E. M.; LEAL FILHO, W. An overview of the elements that influence efficiency in postgraduate supervisory practice arrangements. International Journal of Educational Management, v. 19, n. 1, p. 7-26, 2005.

CHIANG, S-Y. Personal power and positional power in a power-full `I': a discourse analysis of doctoral dissertation supervision. Discourse & Communication, v. 3, n. 3, pp.255-271. 2009.

CONNELL, R,; MANATHUNGA, C.On Doctoral Education: How to Supervise a PhD, 1985-2011. Australian Universities' Review, v. 54, n. 1, p.5-9, 2012.

COSTA, F. J.; SOUSA, S. C. T.; SILVA, A. B. Um modelo para o processo de orientação na pós-graduação. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 11, n. 25, p. 823–852, 2015.

CROSSOUARD, B. Developing Alternative Models of Doctoral Supervision with Online Formative Assessment. Studies in Continuing Education, v. 30, n. 1, p.51-67, 2008.

CROSTA, P. M.; PACKMAN, I. G. Faculty productivity in supervising doctoral students’ dissertations at Cornell University. Economics of Education Review, v.24, n. 1, pp.55-65, 2005.

DANN, S. Applying services marketing principles to postgraduate supervision. Quality Assurance in Education, v.16, n. 4, p.333-346, 2008.

DUDLEY, H Doctoral students and the supervisor's role. A British medical journal (Clinical research ed.), v.288, n. 6416, pp.511, 1984.

GRANT, K.; HACKNEY, R.; EDGAR, D. Postgraduate research supervision: an ‘agreed’ conceptual view of good practice through derived metaphors. International Journal of Doctoral Studies, v. 9, p. 43-60, 2014.

GUNNARSSON, R.; JONASSON, G.; BILLHULT, A. The experience of disagreement between students and supervisors in PhD education: A qualitative study. BMC Medical Education, v.13, n. 1, 2013.

HALSE, C. “Becoming a supervisor”: the impact of doctoral supervision on supervisors’ learning. Studies in Higher Education, 36(5), 557–570, 2011.

HEINZE, A.; HEINZE, B. Blended E-Learning Skeleton of Conversation: Improving Formative Assessment in Undergraduate Dissertation Supervision. British Journal of Educational Technology, v. 40, n. 2, p.294-305, 2009.

HOCKEY, J. A Contractual Solution to Problems in the Supervision of PhD Degrees in the UK. Studies in Higher Education, v.21, n. 3, pp.359-371, 1996.

JONES, M. Issues in Doctoral Studies - Forty Years of Journal Discussion: where have we been and where are we going? International Journal of Doctoral Studies, v. 8, p. 83–104, 2013.

LEE, D. Sexual harassment in PhD supervision. Gender and Education, v. 10, n. 3, pp.299-312, 1998.

LEE, N. Making research supervision work for you: Nancy-Jane Lee examines strategies for getting the most out of doctoral research supervision. Jane Nurse Researcher, v.17, n. 2, p.44(8), 2010.

LEI, J.; HU, G. Apprenticeship in Scholarly Publishing: A Student Perspective on Doctoral Supervisors’ Roles. Publications, v. 3, n. 1, pp.27-42, 2015,

LEITE, A. O.; DO CARMO, V. M. ointly supervised PhDs in Brazil and in its principal academic partners. Revista Brasileira de Pos-Graduação, v.11, n. 26, p.969, 2014.

LEITE FILHO, G. A.; ALEMANDRO, G. Relação orientador-orientando e suas influências no processo de elaboração de teses e dissertações. RAE. Revista de Administração de Empresas, v. 46, p. 99-109, 2006.

LIANG, L.; LIU, J.; ROUSSEAU, R. Name order patterns of graduate candidates and supervisorsin Chinese publications: A case study of three major Chinese universities. Scientometrics, v.61, n. 1, pp.3-18, 2004.

MACHADO, A. M. N.; BIANCHETTI, L. Orientações de teses e dissertações: individual e/ou coletiva? Contextos e transformações nos 40 anos da Pós-graduação stricto sensu no Brasil. In: 29ª Reunião Anual da ANPEd, 2006, Caxambu MG. Anais da 29ª Reunião Anual da ANPEd, 2006.

MAZZILLI, S. O papel da orientação na formação de pesquisadores em Educação. In: 31ª Reunião Anual da ANPEd, 2008, Caxambu. Anais…, 2008. p. 1-12.

MCCALLIN, A.; NAYAR, S. Postgraduate research supervision: a critical review of current practice. Teaching in Higher Education, v. 17, n. 1, p. 63–74, 2012.

MCCORMACK, C.; PAMPHILON, B. More than a confessional: postmodern groupwork to support postgraduate supervisors' professional development. Innovations in Education and Teaching International, v. 41, n. 1, p. 23-37, 2004.

MEDEIROS, B. C.; FIGUEIREDO, F. A.; SILVA, R. C. L.; DANJOUR, M. F. Dificuldades do processo de orientação em Trabalhos de Conclusão de Curso (tcc): um estudo com os docentes do curso de administração de uma instituição privada de ensino superior. Holos (Natal. Online), v. 5, p. 242, 2015.

MELLO, M. S. O. Aspectos norteadores na orientação de monografia a distância: relato de experiência do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Gestão Pública do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina - IFSC. Cadernos de Educação, Tecnologia e Sociedade, v. 03, p. 36-46, 2012.

MORRIS, S.; PITT, R.; MANATHUNGA, C. Students' Experiences of Supervision in Academic and Industry Settings: Results of an Australian Study. Assessment & Evaluation in Higher Education, v.37, n. 5, p.619-636, 2012.

MOXHAM, L.; DWYER, T.; REID-SEARL, K.. Articulating Expectations for PhD Candidature upon Commencement: Ensuring Supervisor/Student "Best Fit". Journal of Higher Education Policy and Management, v.35, n. 4, p.345-354, 2013.

QUIXADÁ VIANA, C. M. Q. A relação orientador-orientando na pós-graduação stricto sensu. Linhas Críticas (UnB), v. 14, p. 93-109, 2008.

QUIXADÁ VIANA, C. M. Q.; VEIGA, I. P. A. Orientação acadêmica: uma relação de solidão ou de solidariedade?. In: 30a Reunião Anual da ANPEd, 2007, Caxambu. Anais…., 2007.

RECIO, J.C.M; PESTANA, M. J. M.; LOPEZ, M. F. B. Production and supervision of Spanish Doctoral Theses on Advertising: 1971-2010. Revista Espanola de Documentacion Cientifica, v. 35, n. 3, pp.433-452, 2012.

RIOLFI, Claudia Rosa; ANDRADE, Emary. Ensinar a escrever o texto acadêmico: as múltiplas funções do orientador. Trabalhos em Linguística Aplicada, Campinas, v. 48, n. 1, jun. 2009 .

TAYLOR, S. E. Changes in doctoral education; Implications for supervisors in developing early career researchers. International Journal for Researcher Development, v.3, n. 2, p.118-138, 2012.

UNSWORTH, K. L.; TURNER, N.; WILLIAMS, H. M.; PICCIN-HOULE, S. Giving Thanks: The Relational Context of Gratitude in Postgraduate Supervision. Studies in Higher Education, v.35, n. 8, p.871-888, 2010.

VANSTONE, M.; HIBBERT, E. A.; KINSELLA, P.; MCKENZIE, A.; PITMAN, L.; LINGARD, L. Interdisciplinary doctoral research supervision: a scoping review. Canadian Journal of Higher Education, v. 43, n. 2, p. 42–67, 2013.

WICHMANN-HANSEN, G.; THOMSEN, R.; NORDENTOFT, H.Challenges in Collective Academic Supervision: supervisors’ experiences from a Master Programme in Guidance and Counselling. Higher Education, v. 70, n. 1, pp.19-33, 2015.




DOI: http://dx.doi.org/10.21713/2358-2332.2017.v14.1375