Contribuição da pós-graduação para a educação básica: a experiência do Programa de Pós-Graduação em Biociências da Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Mônica Antunes Chagas, Verônica Morandi, Christina Barja-Fidalgo

Resumo


Este trabalho apresenta o resultado do projeto de divulgação científica desenvolvido pelo Programa de Pós-Graduação em Biociências da Universidade do Estado do Rio de Janeiro em uma escola pública daquele estado. Pesquisadores, pós-graduandos, graduandos e professores da educação básica realizaram atividades sobre temas científicos interdisciplinares, alinhados ao conteúdo curricular da educação básica. A inserção de alunos do ensino médio no ambiente acadêmico promoveu melhora no desempenho dos estudantes, cujo perfil mostrava, entre outros aspectos, defasagem entre idade e série e altos índices de reprovação. A iniciativa destaca a importância da interação entre educação básica e pós-graduação como processo motivador na melhoria da qualidade do ensino e do incentivo a novas perspectivas de formação.


Palavras-chave


Educação Básica. Divulgação Científica. Qualidade da Educação. Integração Pós-Graduação-Escola Pública.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: apresentação dos temas transversais. Ética. Brasília: MEC/SEF, 1997. Disponível em: . Acesso em: 13 dez. 2017.

______. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental. Temas transversais. Brasília, DF: MEC/SEF, 1998.

______. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Brasil no PISA 2015: sumário executivo. Brasília, DF: MEC, 2016.

______. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Sinopse Estatística da Educação Básica 2009. Censo da Educação Básica 2009. Brasília, DF: MEC, 2009. Disponível em . Acesso 15 dezembro 2017.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR. Relatório de gestão: DEB 2009 – 2014. Brasília, DF, 2015. Disponível em: . Acesso em: 5 set. 2016.

FARIA FILHO, L. M. A pesquisa em educação e a qualidade da escola básica: desafios para a pós-graduação. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 31, n. 3, p. 407-420, 2015.

FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS FILHO DE AMPARO À PESQUISA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Programa “Apoio à Melhoria do Ensino nas Escolas Públicas Sediadas no Estado do Rio de Janeiro – 2009”. Edital Faperj nº 14/2009. Brasília, DF, 2009. Disponível em: . Acesso em: 5 set. 2013.

GOVERNO DO RIO DE JANEIRO. Educação: planejamento estratégico da Seeduc. Rio de Janeiro, 2010. Disponível em: . Acesso em: 15 set. 2013.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA. O que é o Ideb? Brasília, DF, 2015. Disponível em: . Acesso em: 13 dez. 2017.

ORGANIZATION FOR ECONOMIC CO-OPERATION AND DEVELOPMENT. Education at a Glance 2015: OECD Indicators. Paris: OECD Publishing, 2015. Disponível em: . Acesso em: 3 de ago. 2016.

PRODANOV, C. C; FREITAS, E. C. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Universidade Feevale, 2013.

RAMOS, M. N. The basic education quality challenge. Journal of the Brazilian Chemical Society, Campinas, v. 21, n. 3, p. 375, 2010.

SERRANO, R. M. S. M. Conceitos de extensão universitária: um diálogo com Paulo Freire. Grupo de Pesquisa em Extensão Popular. João Pessoa: Universidade Federal da Paraíba, [2006]. Disponível em: http://www. prac. ufpb. br/copac/extelar/atividades/discussao/artigos/conceitos_de_extensao_universitaria.pdf. Acesso em: 3 ago. 2016.

SISTEMA DE AVALIAÇÃO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. Secretaria de Estado de Educação do Rio de Janeiro. Avaliação externa realizada pelo Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação, da Universidade Federal de Juiz de Fora (CAEd). Juiz de Fora, [201-]. Disponível em: http://www.avaliacaoexternasaerj.caedufjf.net/. Acesso em: 13 dez. 2017.

TRIPP, D. Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 31, n. 3, p. 444-466, 2005.

VIANNA, W. B.; ENSSLIN, L.; GIFFHORN, E. A integração sistêmica entre pós-graduação e educação básica no Brasil: contribuição teórica para um “estado da arte”. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, Rio de Janeiro, v. 19, n. 71, p. 327-344, 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.21713/2358-2332.2017.v14.1376