FATORES ASSOCIADOS AO DESEMPENHO ACADÊMICO NAS DISCIPLINAS TRANSVERSAIS DO STRICTO SENSU DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ NO BIÊNIO 2017 E 2018

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

As tecnologias da informação possibilitam novas formas para a disseminação do conhecimento e, aos poucos, as barreiras espaciais deixam de ser um empecilho para a democratização do ensino. A Universidade Federal do Paraná institucionalizou uma modalidade de ensino hibrida, presencial e remota, direcionada para a pós-graduação Stricto Sensu. Neste contexto, o objetivo do artigo é identificar fatores que possam estar associados ao desempenho discente neste modelo educacional. Por meio de um protocolo de análise com caráter quantitativo o estudo examina o desempenho considerando as variáveis disciplina cursada, modalidade, sexo, idade, status, nota e frequência. Os resultados evidenciaram melhor desempenho dos estudantes na disciplina de Escrita Acadêmica em Inglês e maior dificuldade com Estatística. Na dualidade entre discentes considerando a modalidade, estudantes que cursaram presencialmente as disciplinas demonstraram nota e frequência superior do que os alunos não presenciais.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • Lucas José de Souza
  • Felipe Correa Fiori
  • Egon Walter Wildauer
Biografia
Referências

ABDOUS, M; YEN, C. A predictive study of learner satisfaction and outcomes in face-to-face, satellite broadcast, and live video-streaming learning environments. The Internet and Higher Education, v. 13, n. 4, p. 248-257, 2010.

ALMEIDA, O. C. S. et al. Evasão em cursos a distância: fatores influenciadores. Revista Brasileira de Orientação Profissional, v. 14, n. 1, p. 19-33, 2013.

ALONSO, K. M. A EaD no Brasil: sobre (des) caminhos em sua instauração. Educar em Revista, n. 4, p. 37-52, 2014

AL-SAMARRAIE, H. et al. E-learning continuance satisfaction in higher education: a unified perspective from instructors and students. Studies in higher education, v. 43, n. 11, p. 2003-2019, 2018.

BACICH, L; et al. Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação. Penso Editora, 2015.

BENNETT, D; MCCARTY, C; CARTER, S. Teaching Graduate Economics: Online vs. Traditional Classroom Instruction. Journal for Economic Educators, v. 11, n. 2, p. 1-11, 2019.

BITTENCOURT, I. M; MERCADO, L. P. L. Evasão nos cursos na modalidade de educação a distância: estudo de caso do Curso Piloto de Administração da UFAL/UAB. Ensaio: Avaliação e políticas públicas em educação, v. 22, n. 83, p. 465-503, 2014.

BIZARRIA, F. P. et al. Escala de motivação acadêmica: validade no contexto da educação a distância em curso de administração pública. Revista Capital Científico-Eletrônica (RCCҽ)-ISSN 2177-4153, v. 14, n. 4, p. 75-91, 2016.

BRAVO, C. B., CHAUD, D.M.A., & SIMIONI, E. Avaliação da motivação acadêmica de universitários do curso de nutrição de uma universidade privada de São Paulo. Revista Simbio-Logias, p 57-72, 2013.

BRENNER, F. et al. Revisão sistemática da Educação a Distância: Um estudo de caso da EaD no Brasil. In: XI Congresso Brasileiro de Ensino Superior a Distância. 2014. p. 1167-1181.

CARR, D. Contribution to the Symposium on Philosophy of Education, Diversidade e identidade: 1ª Conferência Internacional de Filosofia da Educação. Porto, Universidade do Porto. Faculdade de Letras Instituto de filosofia, p. 181-190, 2000.

CARVALHO, M. S.; COELI, C. M.; LIMA, L. D. Mulheres no mundo da ciência e da publicação científica. 2018.

CAVANAUGH, J. K.; JACQUEMIN, S. J. A large sample comparison of grade based student learning outcomes in online vs. face-to-face courses. Online Learning, v. 19, n. 2, p. n2, 2015.

CORREIA, R. L; SANTOS, J. G. A importância da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) na Educação a Distância (EAD) do Ensino Superior (IES). Revista Aprendizagem em EAD, v. 2, n. 1, 2013.

DOWLE, M.; SRINIVASAN, A. Package ‘data.table’, 2019. Disponivel em: . Acesso em: 27 julho 2019.

FAGUNDES, C. V; LUCE, M. B; ESPINAR, S. R. O desempenho acadêmico como indicador de qualidade da transição Ensino Médio-Educação Superior. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, v. 22, n. 84, p. 635-669, 2014.

FERLIN E. P.; ALCANTARA, F. C.; PAULO, L. G. ANÁLISE COMPARATIVA DO DESEMPENHO DOS ALUNOS NA MODALIDADE PRESENCIAL E À DISTÂNCIA (EAD) DE UM CURSO DE ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO EAD In: Congresso Internacional de Educação a Distância, 2017 p.12-23.

FERREIRA, M. E. P; COTA, L. G. TUTORIA–ESTUDO COMPARATIVO DE MODELOS DE MEDIAÇÃO ADOTADOS EM CURSOS NA MODALIDADE EaD. Revista Paidéi@-Revista Científica de Educação a Distância, v. 10, n. 18, 2018.

FIELD, A.; MILES, J.; FIELD, Z. Discovering Statistcs Using R. 1ª. ed. [S.l.]: SAGE, 2012.

GASPAROTTO, G. S. et al . O autoconceito de estudantes de ensino médio e sua relação com desempenho acadêmico: Uma revisão sistemática. Rev. Port. de Educação, Braga , v. 31, n. 1, p. 21-37, jun. 2018.

GROSS, J.; LIGGES, U. Package ‘nortest’, 2019. Disponivel em: . Acesso em: 27 julho 2019.
HALILI, S. H. TECHNOLOGICAL ADVANCEMENTS IN EDUCATION 4.0. The Online Journal of Distance Education and e-Learning, v. 7, n. 1, p. 63, 2019.

KARPINSKI, Josiani Aparecida et al. Fatores críticos para o sucesso de um curso em EAD: a percepção dos acadêmicos. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, v. 22, n. 2, p. 440-457, 2017.

KRUSKAL, W.H.; WALLIS, W.A. Use of Ranks in OneCriterion Variance Analysis. Journal of the Amercian Statistical Association, v. 47, p. 583-621, 1952.

LENZ, T. L. et al. Using Performance-Based Assessments to Evaluate Parity Between a Campus and Distance Education Pathway. American Journal of Pharmaceutical Education, Bethesda, v. 4, n. 70, p. 90, 2006.

LONGO, C. R. J. A EAD na pós-graduação. Educação a distância: o estado da arte. São Paulo: Pearson, p. 215-222, 2009.

MANN, H.B.; WHITNEY, D.R. On a Test of Whether one of Two Random Variables is Stochastically Larger than the Other. The Annals of Mathematical Statistics, v. 18, n. 1, p. 50-60, 1947.

MARTIN, F.; WANG, C.; SADAF, A. Student perception of helpfulness of facilitation strategies that enhance instructor presence, connectedness, engagement and learning in online courses. The Internet and Higher Education, v. 37, p. 52-65, 2018.

MARTINS, L. B; ZERBINI, T. Fatores influentes no desempenho acadêmico de universitários em ações educacionais a distância. Estudos de Psicologia, v. 21, n. 3, p. 317-327, 2016.

MARING, J. et al. Student Outcomes in a Pathophysiology Course Based on Mode of Delivery: distance versus traditional classroom learning. Journal of Physical Therapy Education, Alexandria, v. 1, n. 22, p. 24-32, 2008

MEDEIROS, L. F; MARTINS, O. B. Construção-desconstrução-reconstrução dos saberes na EAD e o impacto da evolução tecnológica na mediação pedagógica. Revista Aprendizagem em EAD, v. 1, n. 1, 2012.

MORAN, J. M. A EAD no Brasil: cenário atual e caminhos viáveis de mudança. São Paulo: Summus editorial, 2014.

OGLE, D.; WHEELER, P.; DINNO, A. Package ‘FSA’, 2019. Disponivel em: . Acesso em: 27 julho 2019.

OLIVEIRA, Katya Luciane de et al. Estratégias de aprendizagem e desempenho acadêmico: evidências de validade. Psicologia: teoria e pesquisa, 2009.

OLIVEIRA, P. R.; OESTERREICH, S. A; ALMEIDA, V. L. Evasão na pós-graduação a distância: evidências de um estudo no interior do Brasil. Educação e Pesquisa, v. 44, p. e165786-e165786, 2018.

PACHECO, Andressa Sasaki Vasques et al. Fatores dificultadores à permanência dos alunos no curso de graduação em administração a distância da Universidade Federal de Santa Catarina. RENOTE, v. 6, n. 2, 2008.

SANTOS, J. F. S. Avaliação no ensino a distância. Revista Iberoamericana de Educación, v. 38, n. 4, p. 1-9, 2006.

SIHLER, A. P; FERREIRA, S. M. B. A afetividade mediada por meio da interação na modalidade a distância como fator preponderante para a diminuição da evasão. In: CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA. 2011.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. Disciplinas Transversais. Universidade Federal do Paraná, 2019. Disponível em: < http://www.prppg.ufpr.br/site/disciplinas/ >.

VERSCHOORE, J. R. S. . Desafios do ensino de estratégia em mestrados e doutorados profissionais. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 59, n. 1, p. 57-61, 2019.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

DE SOUZA, L. J.; CORREA FIORI, F.; WALTER WILDAUER, E. FATORES ASSOCIADOS AO DESEMPENHO ACADÊMICO NAS DISCIPLINAS TRANSVERSAIS DO STRICTO SENSU DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ NO BIÊNIO 2017 E 2018. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 16, n. 36, p. 1-22, 2 nov. 2020.

Seção

Estudos

Publicado:

Nov 2, 2020
Palavras-chave:

Padrões de desempenho, Modalidade de ensino, Stricto Sensu

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

  • Detêm os direitos autorais sobre a obra e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution  que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.
  • Possuem autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista, com reconhecimento de autoria e de publicação inicial nesta revista.
  • Têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho on-line (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), desde que citada sua publicação inicial nesta revista, uma vez que isso pode gerar alterações.

Além disso, os autores declaram que:

  • Todas as afirmações contidas no manuscrito são fatos, são verdadeiras ou baseadas em pesquisa empírica ou científica.
  • O uso de qualquer marca registrada ou direito autoral dentro do manuscrito foi creditado a seu proprietário ou a permissão para usar o nome foi concedida.