A UTILIZAÇÃO DA PESQUISA QUALITATIVA COMO METODOLOGIA PEDAGÓGICA NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

##plugins.themes.bootstrap3.article.sidebar##

Resumo

O presente artigo tem por objetivo indicar a possibilidade de a pesquisa qualitativa ser utilizada como metodologia pedagógica reveladora da realidade social de um determinado grupo de indivíduos, mesmo com crianças dos anos iniciais do ensino fundamental. A pesquisa, parte integrante de um estudo a nível de doutorado, foi realizada no ano de 2018, com estudantes dos anos iniciais do ensino fundamental no Colégio Pedro II, escola pública federal do Rio de Janeiro. Em sala de aula, a utilização da pesquisa qualitativa surgiu a partir de conversas sobre os Direitos Humanos da Criança. A demanda da pesquisa surgiu da necessidade de dar ouvidos às vozes que queriam dialogar, expressar seus anseios, alegrias, medos e situações em que as crianças percebiam seus direitos desrespeitados. A metodologia utilizada revelou-se eficaz no que tange a leitura de mundo dos alunos, permitindo um conhecimento mais aprofundado de suas realidades.

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Autores
  • MARILIA DUARTE LOPES TALINA
Biografia
Referências

BOGDAN, Robert C. & BIKLEN, Sari Knopp. Investigação Qualitativa em Educação – Uma Introdução à Teoria e aos Métodos. Trad. Maria João Alvarez, Sara Bahia dos Santos e Telmo Mourinho Baptista. Portugal: Porto Editora, 1994.
CHAUI, Marilena; SANTOS, Boaventura de Sousa. Direitos Humanos, Democracia e Desenvolvimento. São Paulo: Cortez, 2013.
FONTOURA, Helena Amaral da. Tematização como proposta de análise de dados na pesquisa qualitativa. In: ______ (Org.). Formação de professores e diversidades culturais: múltiplos olhares em pesquisa. Niterói: Intertexto, p.61-82, 2011.
GADAMER, H. G. Verdade e método. Tradução de Flávio Paulo Meurer. 3ª edição. Petrópolis: Vozes; 1999.
GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2010.
MINAYO, Maria Cecília de Souza. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 24. ed. Petrópolis: Vozes, 1994.
________. Análise qualitativa: teoria, passos e fidedignidade. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 17, n. 3, p. 621-626, Mar. 2012. Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232012000300007&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em 10 de março 2020.
ONU. Declaração dos Direitos Universais da Criança. Disponível em http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/infantil/direitodacrianca.htm. Acesso feito em 17/02/20.
QUEIROZ, Paulo Pires de (Org.). Ensino, saúde e inclusão: olhares e reflexões. Rio de Janeiro: Autografia, 2018.
ROCHA, Ruth. Os Direitos das Crianças. Ed 1. Companhia das Letrinhas. Rio de Janeiro, 2002.
VASQUEZ, R. C. Y.; MENDES-CASTILLO, A. M. C.; BOUSSO, R. S.; BORGUI, C. A.; SAMPAIO, P. S. Dando voz às crianças: considerações sobre a entrevista qualitativa em pediatria. REME - Revista Mineira de Enfermagem. 2014 out/dez; 18(4): 1016-1020. Disponível em http://www.reme.org.br/artigo/detalhes/980. Acesso em 10 de março 2020.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##


Como Citar

TALINA, M. D. L. A UTILIZAÇÃO DA PESQUISA QUALITATIVA COMO METODOLOGIA PEDAGÓGICA NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL . Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 16, n. 35, p. 1-17, 24 jun. 2020.

Seção

Experiências

Publicado:

Jun 24, 2020
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos:

  • Detêm os direitos autorais sobre a obra e concedem à revista o direito de primeira publicação, com o trabalho simultaneamente licenciado sob a Licença Creative Commons Attribution  que permite o compartilhamento do trabalho com reconhecimento da autoria e publicação inicial nesta revista.
  • Possuem autorização para assumir contratos adicionais separadamente, para distribuição não exclusiva da versão do trabalho publicada nesta revista, com reconhecimento de autoria e de publicação inicial nesta revista.
  • Têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho on-line (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), desde que citada sua publicação inicial nesta revista, uma vez que isso pode gerar alterações.

Além disso, os autores declaram que:

  • Todas as afirmações contidas no manuscrito são fatos, são verdadeiras ou baseadas em pesquisa empírica ou científica.
  • O uso de qualquer marca registrada ou direito autoral dentro do manuscrito foi creditado a seu proprietário ou a permissão para usar o nome foi concedida.