A avaliação da Educação Física em debate: implicações para a subárea pedagógica e sociocultural

Mauro Betti, Yara Maria de Carvalho, Jocimar Daolio, Giovani De Lorenzi Pires

Resumo


O objetivo deste texto é fornecer elementos para o debate a respeito dos critérios utilizados pela Capes para a avaliação dos programas de pósgraduação em Educação Física e suas conseqüências, especialmente para os que privilegiam enfoques pedagógicos e socioculturais. A partir da crítica do artigo de Kokubun (2003), atualmente representante da área na Capes, várias questões são levantadas e sugestões apontadas, ressaltando a complexidade das práticas científica e pedagógica dos programas da área. Destaca-se que ainda são questões pouco exploradas a complexidade das práticas científica e pedagógica dos programas e para qual projeto da Educação Física a política de pós-graduação quer contribuir.


Palavras-chave


educação física. grande área da saúde. política de avaliação da Capes. política de pós-graduação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21713/2358-2332.2004.v1.48