Pesquisas sobre o urbano amazônico: diretrizes disciplinares X tradição interdisciplinar

Raul da Silva Ventura Neto, Ana Cláudia Duarte Cardoso, Danilo Araújo Fernandes, Taynara do Vale Gomes

Resumo


Este artigo propõe uma reflexão sobre a relevância da pesquisa na área dos estudos urbanos e regionais, do planejamento urbano e do urbanismo na Amazônia e sobre o potencial de contribuição da pós-graduação para a atualização das estratégias de desenvolvimento pensadas para essa região. O artigo se estrutura em torno da contraposição de dados oriundos das políticas de C&T formatadas para a região amazônica, com as diretrizes que levaram à criação do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (Naea), em 1973, primeiro do gênero na região. Destaca-se nesta revisão bibliográfica e de análise de dados a trajetória da expansão da pós-graduação na Universidade Federal do Pará (UFPA) nas áreas que poderiam ter a discussão das cidades ou da urbanização como foco de interesse. Constata-se que, em vez de incluir as cidades em uma possível agenda de desenvolvimento da Amazônia, o caráter disciplinar das diretrizes impostas à região pode estar consolidando uma tradição de tratamento segmentado das questões urbanas, em detrimento da histórica e necessária visão interdisciplinar.

Palavras-chave


Amazon. Urban. NAEA.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21713/2358-2332.2014.v11.523