Comparativo entre os sistema de avaliação da AACSB (Estados Unidos) e da Capes (Brasil) e seu uso pelos coordenadores de programas

Emerson Antonio Maccari, Cibele Barsalini Martins, Martinho Isnard Ribeiro de Almeida

Resumo


O sistema brasileiro de avaliação de programas de pós-graduação vem evoluindo ao longo do tempo e tem como premissa a formação de recursos humanos e a geração de conhecimento para o desenvolvimento do país. Este artigo tem por objetivo analisar de forma comparada o sistema de avaliação da Association to Advance Collegiate School of Business (AACSB) e o sistema de avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e seu uso pelos coordenadores de programa. O método de pesquisa foi o estudo de casos múltiplos, englobando oito programas: quatro nos Estados Unidos e quatro no Brasil. Os principais resultados indicam diferenças na concepção e no uso dos sistemas pelos programas nos dois países. Nos Estados Unidos, o sistema de avaliação é similar ao propósito dos sistemas ISO e está focado no processo. No Brasil, ter o programa recomendado pela Capes é um requisito legal que assegura a validade dos diplomas de mestrado e doutorado em âmbito nacional. O sistema de avaliação da Capes é de ranking e está focado no produto.


Palavras-chave


Sistema de avaliação; Sistema de avaliação da CAPES; Sistema de Avaliação da AACSB; Avaliação da Pós-Graduação

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21713/2358-2332.2015.v12.564