Internacionalização da produção científica brasileira: políticas, estratégias e medidas de avaliação

Dirce Maria Santin, Samile Andrea de Souza Vanz, Ida Regina Chittó Stumpf

Resumo


A internacionalização da produção científica tem reflexos significativos na ciência contemporânea e na inserção internacional dos países em desenvolvimento. Apesar dos esforços empreendidos pelo Brasil nas últimas décadas, a produção científica nacional ainda enfrenta entraves em relação ao alcance e ao impacto internacional das publicações. Este artigo aborda as políticas e as estratégias voltadas à internacionalização da produção científica brasileira e apresenta algumas medidas de avaliação. A internacionalização da produção é discutida com base nos aspectos difusão, colaboração e impacto internacional, com vistas a refletir sobre as possibilidades de ampliar a projeção da ciência brasileira no meio científico internacional.


Palavras-chave


Produção científica. Internacionalização. Difusão. Colaboração internacional. Impacto internacional.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21713/2358-2332.2016.v13.923